Autor Tópico: A minha rasteirinha (novas fotos )+video  (Lida 5872 vezes)

egasz

  • Admin
  • Membro
  • *
  • Mensagens: 2530
  • -
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )
« Responder #15 em: Fevereiro 25, 2009, 23:22:19 pm »
Não faço a mínima ideia do que me está a perguntar?
Não sou engenheiro de motores a 2 tempos nem nada que se pareça!
como é que você faz para controlar?
sim explique-me como fazer para controlar essas ondas das quais nunca tinha ouvido falar!
desconheço tais conceitos!
...

Eu também não sou engenheiro de motores 2T mas há coisas que se vai lá um pouco pela lógica! A maneira como eu, e a maior parte do pessoal que tem minis não só aqui no forum mas no mundo inteiro faz é a maneira tipica! Eu poderia estar aqui a escrever tudo de novo, mas em vez disso deixo-te aqui um LINK pra mostrar como funcionam os nosso escapes. Os conceitos são muito simples de apanhar e de entender, basta teres um pouco de paciencia e coragem para ler aquele testamento todo :lol:


...
Se quer ver eu mostro depois tiras as suas conclusões, se vier à prova do "clubedeminimotosdooeste" na aldeia do alem vai ver a maquina a andar!

consegue-me fazer um escape melhor que o que eu la tenho?

Já vi o video dela a andar e parece que anda bem, gostaria de experimentar pessoalmente para ver se ela se compara com a "tipica" mini. Relativamente a fazer um escape, infelizmente eu não tenho meios nem jeito para soldar aluminio, e mesmo que tivesse pelo valor que eu cobraria sairia bem mais barato comprar um BZM :lol:
Four wheels move the body, two wheels move the soul!

Nuno42

  • Membro
  • Mensagens: 223
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )
« Responder #16 em: Fevereiro 25, 2009, 23:28:12 pm »
Eu também não sou engenheiro de motores 2T mas há coisas que se vai lá um pouco pela lógica! A maneira como eu, e a maior parte do pessoal que tem minis não só aqui no forum mas no mundo inteiro faz é a maneira tipica! Eu poderia estar aqui a escrever tudo de novo, mas em vez disso deixo-te aqui um LINK pra mostrar como funcionam os nosso escapes. Os conceitos são muito simples de apanhar e de entender, basta teres um pouco de paciencia e coragem para ler aquele testamento todo :lol:


Já vi o video dela a andar e parece que anda bem, gostaria de experimentar pessoalmente para ver se ela se compara com a "tipica" mini. Relativamente a fazer um escape, infelizmente eu não tenho meios nem jeito para soldar aluminio, e mesmo que tivesse pelo valor que eu cobraria sairia bem mais barato comprar um BZM :lol:

alumínio? nao me lembro de ver escapes em aluminio.. mto menos em pockets, mas se tu dizes...  :D

chico75

  • Membro
  • Mensagens: 84
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #17 em: Fevereiro 26, 2009, 07:29:21 am »
Boas
1.º A minha mini moto não tem as medidas standard para colocação de componentes de qualquer marca existente no mercado.
2.º Um escape em cobre já é suficiente estranho quanto mais em aluminium.
3.º A velocidade de dissipação do calor num sistema de escape é importante e não é explicada no extenso texto escrito pelo senhor.
4.º Compreendi o que são as ondas de pressão.
5.º Não foi explicada a relação do incremento da velocidade maxima final e o comprimento da ultima secção do escape após o silênciador que afeta tanto o rendimento,  o tempo que o motor leva até estar a funcionar na maxima rotação e a velocidade maxima alcançada.
6.º Gostaria de saber quais as medidas exactas ou a relação entre elas na concepção de um balão podem-me informar dessas medidas
 7.º poderia ter sido explicado o funcionamento da valvula de escape (por exemplo a valvula de escape que equipa a yamaha DTR125)

obrigado
« Última modificação: Fevereiro 26, 2009, 07:39:21 am por chico75 »

DragRacer

  • Membro
  • Mensagens: 403
  • MT-A2 / Z1
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #18 em: Fevereiro 26, 2009, 11:13:25 am »
Boas
1.º A minha mini moto não tem as medidas standard para colocação de componentes de qualquer marca existente no mercado.
2.º Um escape em cobre já é suficiente estranho quanto mais em aluminium.
3.º A velocidade de dissipação do calor num sistema de escape é importante e não é explicada no extenso texto escrito pelo senhor.
4.º Compreendi o que são as ondas de pressão.
5.º Não foi explicada a relação do incremento da velocidade maxima final e o comprimento da ultima secção do escape após o silênciador que afeta tanto o rendimento,  o tempo que o motor leva até estar a funcionar na maxima rotação e a velocidade maxima alcançada.
6.º Gostaria de saber quais as medidas exactas ou a relação entre elas na concepção de um balão podem-me informar dessas medidas
 7.º poderia ter sido explicado o funcionamento da valvula de escape (por exemplo a valvula de escape que equipa a yamaha DTR125)

obrigado

 
Boas a todos.
Caro chico75 antes de mais tenta perceber que ninguém está a criticar o teu trabalho, aposto que dedicaste muitas horas  :up: .
O egasz está a tentar explicar-te um conceito importante para que possas entender e melhorar o funcionamento do motor.
 

 
Assim muito resumidamente se reparares na mistura ar/gasolina (a verde) ela ao entrar no cilindro tambem sai para o escape, e para nao desperdiçar o combustivel e ter mais rendimento, montou-se um balão que conduz o combustivel que já estava de saída de volta para o motor.
 
Mas no teu caso em particular, o motor maxi puch de origem não tras grande escape, pelo que sei é um motor de "motorino" aquelas cinquentas que têm auxilio de pedais.
 

 
Se reparares o escape de origem parece um tubo com silenciador comprido, não admira que tenhas notado pouca diferença para o escape que construiste.
 
 

7.º poderia ter sido explicado o funcionamento da valvula de escape (por exemplo a valvula de escape que equipa a yamaha DTR125)

Epah se é um sonho ninguem te proíbe de fazer mas so o trabalho que e o dinheiro que tens de gastar não justifica o ganho.
O mais certo é nem notares diferença nenhuma, repara que a valvula de escape foi construida a pensar no retorno de gazes em altas rotações.
 
Ou seja para quando o motor da DTR estiver a passar de uma determinada rotação (8.000RPM provavelmente) o CDI da ordem para abrir a valvula.
 
Uma aplicação do género ja tas a ver que implica bateria, CDI, conta RPM e mais uma serie de adaptações que terias de inventar.
 
Se queres realmente mais performance tenta construir ou adaptar um escape deste genero:
 
 
 
 
 

 
Para quem já chegou onde tu chegaste não custava nada ir a uma oficina de motas e procurar um balão de uma scooter ou algo do genero para adaptares, pelo menos é melhor que esse tubo directo.
 
Cumprimentos

Em quanto não encontras a mota certa, diverte-te com a errada!

egasz

  • Admin
  • Membro
  • *
  • Mensagens: 2530
  • -
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )
« Responder #19 em: Fevereiro 26, 2009, 21:21:11 pm »

alumínio? nao me lembro de ver escapes em aluminio.. mto menos em pockets, mas se tu dizes...  :D

Então tens que começar a andar mais atento! É verdade que estes são raros pois são feitos totalmente à mão à froça do martelo e com ajuda da roda inglesa, e só por isso são extremamente caros...mas está provado que em termos de acustica, o aluminio é do melhor que há! Para produção em massa usa-se o aço inox pois consegue-se por uma linha de produção a criar este escapes com relativa facilidade. Aguentam quase tão bem à oxidação como os de aluminio e resistem a temperaturas mais altas, embora que tenham mais peso quando comparados com os de aluminio com paredes da mesma espessura.

Bem, mas vamos lá responder às tuas perguntas
1.º A minha mini moto não tem as medidas standard para colocação de componentes de qualquer marca existente no mercado.
2.º Um escape em cobre já é suficiente estranho quanto mais em aluminium.
3.º A velocidade de dissipação do calor num sistema de escape é importante e não é explicada no extenso texto escrito pelo senhor.
4.º Compreendi o que são as ondas de pressão.
5.º Não foi explicada a relação do incremento da velocidade maxima final e o comprimento da ultima secção do escape após o silênciador que afeta tanto o rendimento,  o tempo que o motor leva até estar a funcionar na maxima rotação e a velocidade maxima alcançada.
6.º Gostaria de saber quais as medidas exactas ou a relação entre elas na concepção de um balão podem-me informar dessas medidas
 7.º poderia ter sido explicado o funcionamento da valvula de escape (por exemplo a valvula de escape que equipa a yamaha DTR125)
...

Pondo isto por pontos de modo a ser mais facil de responder, fica então assim:

1 - Concordo plenamente, e volto a dizer que para o projecto que iniciaste o teu escape serve perfeitamente, no entanto só queria que soubesses que há maneiras de melhor aproveitar esse motor!

2 - Não é estranho...é raro, mas não estranho! Penso que há uns anos atrás a LeoVince produzia um para scooters a rondar os 100cts (sim, na altura ainda era em escudos)

3 - Para responder a esta ia demorar bastante tempo, por isso vou tentar encurtar ao máximo a minha resposta. Se reparares, o artigo que eu escrevi não é para ensinar como se constroi um escape 2T, simplesmente para ensinar como funcionam. Não sei se leste com atenção mas lá diz que para essa explicação eu utilizaria um chamado "sistema ideal" em que os gases não intervêm na reacção e para as ondas se propagarem utilizaria-se um gás inerte. Neste caso o volume/densidade do gás não era alterada com a temperatura, logo as ondas de pressão iriam manter o mesmo comprimento de onda e amplitude em toda a gama de temperatura, variando apenas com o próprio funcionamento do motor. Resumindo, na vida real isso é importante a ter em conta devido a que nós usamos os gases de escape para fazer as ondas proparagem, no entanto não é tão importante ter em atenção o que acontece aos gases quando aquecem, mas sim que impacto é que esse aquecimento dos gases tem nas ondas!

4 - Boa :up:

5 - Não percebi o que queres dizer com
...a ultima secção do escape após o silênciador...
Se te estás a referi ao silenciador em si, ou seja, a isto:

mais concretamente à secção assinalada a vermelho, eu fiz a descrição do seu funcionamento...ora aqui vai um excerto:
...No decorrer da minha pesquisa de forma a poder escrever este artigo com maior precisão e exactidão, deparei-me com variados pontos de vista mas todos eles apontam para um ponto fulcral, no sistema aqui falado e tendo em conta que à-priori a ponteira não estrangula o motor, a substituição desta (ou anulação) não afectaria de forma alguma o desempenho do motor, e porquê perguntam vocês!?!? Porque tendo em conta que à partida todo o conjunto foi afinado de tal forma que nenhum componente pudesse estrangular o escape de gases, nós ao estarmos a reduzir ou a aumentar o tamanho da ponteira apenas vamos estar a modular a pressão e a direcção dos gases que já estão de saída. Mas muitos dirão "mas uma ponteira mais curta deixa os gases sair mais depressa e uma mais longa retem mais tempo no sistema de escape e isso é relevante..." ou não! Apartir do momento que as ondas sonoras e os gases saiem do balão já não interferem mais com o funcionamento do motor, a unica maneira de interferirem é no chamado estrangular do motor, ou seja, quando estes gases estão a impedir a saida dos gases que vem a seguir, mas para isto acontecer tira que o diametro de saida do balão ou o comprimento de saida do balao fose menor do que ideal, e aí sim poderia dar-se o estrangulamento, caso contrario é irrelevante. Agora uma coisa, também não estavam errados de todo pois como podemos ver na pratica, há uma ligeira diferença quando se troca ponteiras (essa diferença é algo negativo mas está lá) ora o que acontece é que nos sistemas de escape mal construidos uma simples troca de ponteira vais causar com que a pressão no balao seja afectada e como tal "trabalha-se" a gama ideal de rpms causando uma mistura entre a pressão de gases aliada à pressão de ondas, ora isto não é correcto de fazer pois como os gases movimentam-se de forma mais lenta que as ondas, pode até haver um melhoramento do motor num determinado regime de rpms, no entanto desafina todo o resto da gama pois provoca pressão e consequante estrangulamento do motor. Idealmente um motor 2T dividiria logo à saida do cilindro, os gases das ondas de pressão...os gases eram imediatamente expelidos e as ondas de pressão ficavam um pouco mais a fazer a sua função. Resumindo, faz diferença, mas não devia...e a diferença que faz não é necessariamente para melhor ;)
...
ou seja, na pratica faz diferença mas não deveria fazer... o seu objectivo é unica e simplesmente abafar o ruido...só que em muitos casos "estrangula" os gases do motor de tal forma que se torna uma coisa positiva numa determinada gama de rotações

6 - Como já referi, eu simplesmente mostrei como funcionava... mas está planeado para breve um tutorial a ensinar como fazer. Ainda não fiz isso pois não gosto de fazer tutoriais mostrando apenas a parte teorica e sem a prática. Mas quando isso sair eu deixo aqui todas as formulas matemáticas/físicas que levam às dimensoes do escape assim como (se tiver algum tempito livre) pego nas formulas todas e escrevo um programita simples em .net para criar um "simulador de escapes".

7 - se eu fosse a explicar todos os sistemas que foram surgindo ao longo do tempo ainda agora estaria a escrever o artigo :lol: mas só para te tirar a curiosidade aqui vai ;) (é uma explicação muito simplista mas eu depois aprofundo e actualizo  no artigo dos escapes )
O YPVS (Yamaha Power Valve System) tem por objectivo varia a area da janela de escape no cilindro. Ou seja, atraves de uma valvula electrica que abre e fecha consoante o controlo de um servo-motor (que por sua vez recebe o sinal do CDI) e que aumenta ou diminui a area da ranhura por onde os gases saiem do cilindro. e porquê? porque foi provado pelos Srs Engs da Yamaha que um motor 2T a baixa rotação debita mais potencia quando a janela é mais pequena e em altas debita mais quando a janela é maior. Nos nossos motores tipicos de mini temos um tamanho que se aproxima mais do tamanho "grande" pois são motores concebidos para andar sempre em regimes médios/altos, mas numa utilização do dia-a-dia um motor deve poder aproveitar ao máximo toda a gama de rotações da melhor maneira. (Atençao que como é obvio este sistema aumenta o volume, complexidade e peso do motor...como tal não é apropriado para minis)

Espero ter conseguido responder a tudo...


Agora se me permites quero fazer um reparo, como disse o DragRacer e muito bem
...
Caro chico75 antes de mais tenta perceber que ninguém está a criticar o teu trabalho, aposto que dedicaste muitas horas  :up: .
O egasz está a tentar explicar-te um conceito importante para que possas entender e melhorar o funcionamento do motor.
...
Ninguém está aqui a criticar o teu trabalho, muito pelo contrario! E pelo video ela até anda bem, pelo que isso me fez questionar como funcionava esse escape pois era bastante compacto e isso normalmente nos motores 2T é sinónimo de perda de potencia, o que no teu caso não aconteceu...e eu fiquei genuinamente intrigado, e pensei que poderias ter "sem-querer" feito uma revolução nos sitemas de escapes 2T (fora de brincadeiras). O escape é algo que ocupa muito espaço nas nossas minis, e seria fantastico se esse espaço pudesse ser melhor aproveitado, sem q para isso perdesse-mos a sua potencia.
Agora tu também tens que perceber que se este sistema é usado há décadas em competição e se ainda hoje os principios básicos se mantém inalterados, é porque é a melhor solução.
Como tu proprio dissest:
...
Não sou engenheiro de motores a 2 tempos nem nada que se pareça!
...
Nem eu... mas quem o é continua a defender este conceito como "o melhor sistema de escape para um motor 2T"

E continua a mandar fotos da tua mini e a fazer mais video e melhores...um dia espero ir aí a baixo se tu me deixares dar umas voltas isto é...levo a minha B1 e entao eu experimento o teu sistema e tu o meu ;)



P.S.: @DragRacer Sr.Nuno como estamos? :lol: Bons olhos te vejam rapaz! Tava a ver que tinhas desistido do forum! Já tou a ver a historia, agora que tá solinho toca a tirar a Z1 do armário :D Quando vens a Fafe fazer uma visita? Abraço ;) :up:
Four wheels move the body, two wheels move the soul!

DragRacer

  • Membro
  • Mensagens: 403
  • MT-A2 / Z1
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #20 em: Fevereiro 26, 2009, 23:26:12 pm »
P.S.: @DragRacer Sr.Nuno como estamos? :lol: Bons olhos te vejam rapaz! Tava a ver que tinhas desistido do forum! Já tou a ver a historia, agora que tá solinho toca a tirar a Z1 do armário :D Quando vens a Fafe fazer uma visita? Abraço ;) :up:

Viva amigão, eu não desisto daquilo que gosto :lol:  tive uns contratempos  e isso levou-me a afastar das motinhas e etc.
De qualquer forma tou no final do meu curso quando acabar regresso com força! Temos de combinar uns planos para o verão, tou ansioso por sujar as maos outravez  :evil: :lol: !
Abração

Em quanto não encontras a mota certa, diverte-te com a errada!

chico75

  • Membro
  • Mensagens: 84
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #21 em: Fevereiro 27, 2009, 07:28:03 am »
obrigado por todas as explicações!
mas!
mesmo depois de todas as explicações volto a afirmar que no meu caso do meu motor, e montado na moto em que está eu continuo a pensar que até ao momento, este sistema de escape foi o melhor que consegui elaborar!
porquê?
antes desta alteração que me levou a fazer um quadro totalmente novo para a mini mota eu tinha montado um escape de balão feito a partir de um balão de um zundapp 3, que foi por mim cortado e soldado de maneira a permitir ser montado na mini mota.
Durante o tempo em que este balão com silenciador esteve montado, nunca consegui ter prestaçõescomo as que tenho neste momento.
a altura em que conseguiter melhores prestações já não tinha silenciador, nem tubo e a dimensão do corte que fiz na ponta do balão era de maiores dimensões que a entrada, podendo ser por as soldaduras terem entrado para dentro do balão e eele não estar lisoe esse efeito perturbar o retorno das tais "ondas de pressão"
à cerca de 1 ano falei com um Individuo que me disse que conseguia fazer um balão para a minha mini, mas, que o valor que eu teria de lhe pagar era de uma quantidade de euros que eu achei na altura muito exagerada, sendo que esse mesmo individuo apenas me garantia que o pormenor estético iria ficar melhorado sendo que ao nível das prestações afirmou que poderia ficar melhor.
cheguei à opcão do cobre porque as medidas internas do tubo e as caracteristicas desse tubo não me causam qualquer prisão dos gases de escape, sendo que depois de montado e testado ficou porreiro.
Quando tiver possibilidades vou tentar analizar a situação de colocar um balão mas só depois de fazer as alterações que tenho planeadas para a parte electrica!
obrigado 

MK

  • Visitante
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #22 em: Fevereiro 28, 2009, 22:42:31 pm »
ya ta fise a tua rasteirinha passa la na minha ta pro sima da tua e responde la ya fica bem

chico75

  • Membro
  • Mensagens: 84
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #23 em: Março 01, 2009, 07:17:15 am »
esta ultima mensagem levou-me quase 3 minutos a decifrar!
o Acordo ortográfico da-me cabo da vista!
 
quanto ao escape:
passei o dia de ontem agarrado ao portátil a conceber as planificações dos cones que irão dar forma a um balão de escape que tenciono fazer, depois de me terem alertado para um certo número de situações que desconhecia.(já concebí um modelo em papel)
Depois explico onde me baseei e quais os programas utilizados.(isto é se alguem estiver interessádo)
informo-vos que hidrocorte será provavelmente a ferramenta utilizada para o corte das planificações em chapa
as uniões serão soldadas a "tig"
Alguem me sabe informar qual a espessura da chapa a utilizar e se serão estas ferramantas as mais indicadas para o "corte e costura"
obrigado

Youngster

  • Membro
  • Mensagens: 958
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #24 em: Março 01, 2009, 16:45:29 pm »
esta ultima mensagem levou-me quase 3 minutos a decifrar!
o Acordo ortográfico da-me cabo da vista!
 
quanto ao escape:
passei o dia de ontem agarrado ao portátil a conceber as planificações dos cones que irão dar forma a um balão de escape que tenciono fazer, depois de me terem alertado para um certo número de situações que desconhecia.(já concebí um modelo em papel)
Depois explico onde me baseei e quais os programas utilizados.(isto é se alguem estiver interessádo)
informo-vos que hidrocorte será provavelmente a ferramenta utilizada para o corte das planificações em chapa
as uniões serão soldadas a "tig"
Alguem me sabe informar qual a espessura da chapa a utilizar e se serão estas ferramantas as mais indicadas para o "corte e costura"
obrigado

Quero isso para ter um espape pronto para domingo!!  :up:

Gandulo

  • Membro
  • Mensagens: 181
  • Milho Power!
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #25 em: Abril 06, 2009, 02:05:22 am »
boas, eu sei que ha anos um amigo meu tinah uma mini que tinha escape sme balao...era como os colectores das motas a 4tempos!

e era chinesa de origem!

egasz

  • Admin
  • Membro
  • *
  • Mensagens: 2530
  • -
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #26 em: Abril 06, 2009, 09:45:29 am »
boas, eu sei que ha anos um amigo meu tinah uma mini que tinha escape sme balao...era como os colectores das motas a 4tempos!

e era chinesa de origem!

E hoje em dia há muitas scooters e alguns sistemas de escape em karts que são assim.. Parecem uma simples panela como se vê nos motores 4T, mas o que acontece é que aí dentro tem um balao e um silenciador incorporado. Não é o sistema perfeito mas dá pra obter um bom rendimento do motor a um custo reduzido pro fabricante, o que se reflecte no preço de venda ao publico!
Four wheels move the body, two wheels move the soul!

chico75

  • Membro
  • Mensagens: 84
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #27 em: Abril 14, 2009, 14:38:09 pm »
boas

Neste momento a máquina encontra-se com outro motor do mesmo fabricante, com um cilindro com admissão por lamelas da marca "polini" estou à espera de um segmento!

preciso de encontrar alem do escape o carburador certo para lhe montar!

egasz

  • Admin
  • Membro
  • *
  • Mensagens: 2530
  • -
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #28 em: Abril 14, 2009, 15:01:13 pm »
Eu até te sugeria colocares um balao de escape de mta4, no entanto não sei se terás espaço para isso e se as dimensão serão as ideais!
Four wheels move the body, two wheels move the soul!

dfelix

  • Admin
  • Membro
  • *
  • Mensagens: 3033
  • GRC 50 RR "Kit Race"
    • dfelix.net
Re: A minha rasteirinha (novas fotos )+video
« Responder #29 em: Abril 14, 2009, 16:13:28 pm »
Com jeitinho deve se conseguir modificar e adaptar o escape de uma mta4 ou mta2 por baixo sem amarrotar o balão...

Uma boa referencia é por exemplo as antigas GRC lazer..